Bolsonaro diz que só depende do “sim” de Eduardo para nomeá-lo para embaixada dos EUA

Jornalista Ricardo Noblat vê indicação como risco ao ministro das Relações Exteriores, embaixador Ernesto Araújo

Foto: Paola de Orte/Agência Brasil

Durante cerimônia de posse do novo chefe da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), delegado Alexandre Ramagem, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) falou sobre uma possível nomeação do filho Eduardo Bolsonaro (PSL), deputado federal por São Paulo, para embaixada nos Estados Unidos.

Conforme o presidente da República, a decisão só depende do “sim” do filho, que completou na última quarta, 10, 35 anos. “Não é fácil a decisão para o Eduardo eventualmente ter de deixar o mandato para assumir a embaixada”, analisou.

O jornalista da Veja, Ricardo Noblat, comentou em seu Twitter a possibilidade e insinuou risco ao ministro Ernesto Araújo. “Se o embaixador Ernesto Araújo já não tem lá muita força como ministro das Relações Exteriores, imagine se Bolsonaro nomear seu filho Eduardo embaixador do Brasil nos Estados Unidos”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.