Bolsonaro diz que não vai brigar para reincluir Estados e municípios na Reforma

Declarações vão contra interesses do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que busca engajamento dos governadores e ampliação do apoio

Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) já sinalizou que não irá articular para reincluir Estados e municípios no texto da Reforma da Previdência. Em reunião com a bancada do Podemos, o chefe do Executivo declarou que não vê motivos para brigar pelos governadores e que aqueles que forem favoráveis às mudanças devem agir por conta própria. As informações foram divulgadas pela coluna Painel do jornal Folha de S. Paulo.

A publicação acrescenta ainda que esta atitude do presidente vai na contramão das articulações do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (Dem-RJ). Ele tenta, segundo o jornal paulista, engajar governadores na votação da reforma e ampliar o número de parlamentares favoráveis a medida.

Um dos possíveis nomes mais desapontados com as declarações de Bolsonaro é, certamente, o do governador de São Paulo, João Dória (PSDB). Ele trabalha incansavelmente em prol da aprovação da reforma e espera que a validade das regras se estendam a todas as esperas de Poder do País.

O líder do Podemos na Câmara, José Nelto, além de confirmar as declarações do presidente afirmou que Bolsonaro sabe que “com estados e municípios” a medida não passa.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.