Bolsonaro diz que Frota não será ministro da Cultura, pois ministério não irá existir

Depois de descartar o ex-ator pornô do cargo, deputado comentou sobre o fim da pasta

Após polêmica, o deputado e pré-candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL) negou nesta semana que tenha convidado o ator Alexandre Frota para ser seu ministro da Cultura, se eleito em outubro. No twitter, o parlamentar afirmou que isso é “fake news” e disse, ainda, que “não escolheu o ministro da cultura, até porque, chegando lá, nem existirá esse Ministério”.

Para Bolsonaro, a pasta que existe de 1985 deverá ser uma secretaria dentro do Ministério da Educação, como era na época da ditadura militar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.