Bolsonaro deve deixar PSL na terça-feira, 12, diz revista

Foram convidados aliados do presidente e de Luciano Bivar, mas nomes como o de Delegado Waldir não figuram na lista

O presidente Jair Bolsonaro deve anunciar nesta terça-feira, 12, sua saída do PSL. A informação é da Revista Crusoé. A formalização de sua saída da sigla ocorrerá em uma reunião no Palácio do Planalto, às 16 horas. Foram convidados aliados do presidente e, também, do presidente do partido, Luciano Bivar, e seus apoiadores. O convite, entretanto, não foi estendido para nomes como o de Delegado Waldir e de Julian Lemos, vice de Bivar.

À princípio, Bolsonaro teria convocado apenas parlamentares ligados a ele, mas decidiu ampliar a lista. Bolsonaristas comentaram que o presidente iria fundar o próprio partido do zero e que ele irá lançar um aplicativo de smartphone para coletar assinaturas para o registro da nova sigla. Ele deve, ainda, convidar a todos aqueles que quiserem acompanha-lo para se unirem ao partido.

Jair Bolsonaro se filiou ao Partido Social Liberal(PSL) em março de 2018 para lançar sua pré-candidatura à presidência.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.