Bolsonaro decide nomear Alexandre Ramagem como diretor-geral da PF

O delegado tem 15 anos de atuação na PF e conheceu o presidente Jair Bolsonaro ainda durante a campanha de 2018

O presidente já confirmou o nome de Alexandre Ramagem para substituir Maurício Valeixo, exonerado do cargo de diretor-geral da Polícia Federal. Alexandre ocupa o cargo de  chefe da Agência Brasileira de Inteligência (Abin). Ele já era o mais cotado para o cargo, segundo os interlocutores do governo.

O delegado tem 15 anos de atuação na PF e conheceu o presidente Jair Bolsonaro ainda durante a campanha de 2018. Ramagem foi chefe da segurança pessoal de Bolsonaro e, ao longo dos últimos meses, ganhou cada vez mais confiança do presidente e de seus filhos que ocupam cargos eletivos.

A demissão de Valeixo e a saída de Moro colocam a PF e o Ministério da Justiça sob tensão. Na corporação, devem ocorrer trocas simultâneas de superintendentes nos estados, além de alterações em cargos estratégicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.