Bolsonaro contradiz Doria e enfatiza que vacina contra Covid-19 não será obrigatória

“Tem um governador ai que está se intitulando o médico do Brasil, dizendo que ela será obrigatória. Repito, não será”, afirmou presidente

Em resposta a afirmações feitas pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que vacinação contra Covid-19 não será obrigatória | Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) reforçou, em entrevista na manha desta segunda-feira, 19, que a vacina contra a Covid-19 não será obrigatória no Brasil. Apesar de não citar nomes, o presidente criticou indiretamente as afirmações do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), que disse recentemente que a vacina em território paulista será obrigatória.

“O Programa Nacional de Vacinação é de 1975. A lei atual inclui a questão de pandemia. A lei é clara, quem define isso é o Ministério da Saúde. O meu ministro da Saúde já disse claramente que não será obrigatória essa vacina e ponto final”, disse o presidente.

Em seguida, disparou: “Tem um governador ai que está se intitulando o médico do Brasil, dizendo que ela será obrigatória. Repito que não será”. Por fim, Bolsonaro acrescentou que quando houver condições, depois de aprovada pelo ministério da Saúde, “aí sim nós ofereceremos ao Brasil, de forma gratuita, obviamente”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.