Bispo e padres de Formosa enfrentam primeira audiência por desvio de dinheiro de fieis

Sessão teve início às 8h30 e a previsão é de que, devido a quantidade de testemunhas, o julgamento não ocorra nesta quinta

O bispo Dom José Ronaldo Ribeiro e cinco padres acusados de desviar mais de R$ 2 milhões em dízimos da Diocese de Formosa, no Entorno do Distrito Federal, enfrentam nesta quinta-feira (9) a primeira audiência de instrução e julgamento.

A sessão teve início às 8h30 e a previsão é de que, devido a quantidade de testemunhas, o julgamento não ocorra nesta quinta.

Conforme apuração do Ministério Público de Goiás, os líderes religiosos utilizaram dinheiro arrecadado por fiéis a partir de doações, pagamento de dízimo e lucros de festas religiosas para custear despesas pessoais.

Para dar aparente regularidade às finanças, apresentavam declarações falsas, para promover a baixa na contabilidade

O grupo é acusado de desviar cerca de R$ 1 milhão por ano e utilizar o dinheiro para comprar uma fazenda de gado e uma casa lotérica na cidade de Posse e colocar em nome de “laranjas”.

As investigações se iniciaram após o Ministério Público ter recebido denúncias de apostolados leigos (fiéis) dando conta que os desvios haviam sido iniciados em 2015.

Deixe um comentário