Bia de Lima é aprovada pela CCJ para Conselho de Educação

Indicação depende ainda de aprovação em dois turnos no plenário da Assembleia

greve servidores da educação sintego pagamento de março goiás governo salário atrasado

Bia de Lima | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

O nome de Bia de Lima foi aprovado pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás na tarde desta terça-feira, 12, para o Conselho Estadual de Educação. Com isso, ela pode ficar como membro titular pelos próximos quatro anos. O projeto segue para plenário.

Esta é a segunda vez que a Alego apreciará a indicação de Bia de Lima. Em maio, o Plenário da Casa rejeitou a indicação da professora. Na ocasião, a Casa rejeitou o nome dela por uma articulação da bancada evangélica, que disse que ela era a favor do que eles chamam de “ideologia de gênero”.

O projeto precisa ser aprovado em dois turnos de votação no plenário para, somente assim, estar apto a ser sancionado pelo governador Ronaldo Caiado (DEM). A indicação de Bia foi feita pelo Fórum Estadual de Educação de Goiás (FEEGO) que não aceitou a rejeição e indicou o nome dela novamente.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.