Bebê é transferido de helicóptero de Ceres para Goiânia após acidente na BR-153

Menor e outras quatro pessoas estavam em dois carros de passeio que colidiram após um dos veículos tentar uma ultrapassagem proibida

Foto: Divulgação

Francisco Costa

O Helicóptero Bombeiro 01 do Corpo de Bombeiros Militar de Goiás (CBMGO) transportou, há algumas horas, um bebê de aproximadamente dois anos em estado grave da Unidade de Pronto Atendimento de Ceres para o Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), em Goiânia. A criança ficou presa nas ferragens em um acidente, na manhã deste domingo, 3, no trevo de Rianápolis, na BR-153. Outras quatro pessoas ficaram feridas, sendo três adultos e outro menor, de seis anos.

Na manhã de domingo, a Companhia Independente Bombeiro Militar de Ceres foi acionada para socorrer cinco vítimas de um acidente entre dois veículos de passeio, que colidiram. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) apoiou no atendimento local e transporte das vítimas. O estado da criança era o mais grave.

Acidente

O comandante da companhia independente de Bombeiro Militar de Ceres, Hendrigo de Matos, explicou ao Opção que o acidente ocorreu em um local de ultrapassagem proibida, pista simples. “Um veículo quis ultrapassar, não conseguiu e tentou voltar, quando colidiu com um caminhão, rodou e bateu no carro em sentido contrário.”

Ainda conforme ele, os outros quatro envolvidos não estavam em estado grave. “Nenhum caso leve, mas a criança de dois anos estava inconsciente e em situação grave, então foi solicitada a transferência. Os demais foram levados a hospitais da região, em Ceres e Rialma.”

Hendrigo não informou o nome do menor transferido ao Hugol, pois segundo ele, não foi possível verificar durante o atendimento. Foi tentado saber o estado atual da criança, mas o hospital informou que não é possível dar detalhes sobre os pacientes sem a devida designação.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.