Base e prefeitura chegam a novo valor de reajuste do IPTU/ITU: 39,8%

Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) da Câmara de Vereadores de Goiânia foi reaberta na manhã desta segunda-feira (8/12)

Foto: Marcello Dantas

Foto: Marcello Dantas

A Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) da Câmara de Vereadores de Goiânia vai votar um novo indicie para o reajuste do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU/ITU) da capital, nesta segunda-feira (8/12). Suspensa desde o dia 27 de novembro, a reunião foi reaberta às 12h15, sem a presença do relator do projeto, Eudes Vigor (PMDB), mas logo o peemedebista chegou.

Os vereadores fecharam acordo para que a atualização em 2015 seja de 39,8%, sendo que os outros 29,7% serão mantidos para 2016. Antes, o projeto do Poder Executivo pedia um aumento de 57,8% para o ano que vem, mas encontrou resistência na Câmara. Eudes Vigor vai apresentar a emenda com o novo valor.

Carlos Soares (PT), presidente da CCJ, Charles Bento (PRTB), Edson Automóveis (PMN), Izídio Alves (PMDB), Pedro Azulão Jr. (PSB) e Giovane Antônio (PSDB) são os outros integrantes do colegiado. Os dois últimos, de oposição, adiantaram que vão votar pelo arquivamento do projeto.

Outros vereadores e a imprensa acompanham a reunião. Elias Vaz (PSB), Thiago Albernaz e  Dr. Gian (PSDB), Paulo Magalhães (Pros) e Célia Valadão (PMDB) estão na sala da comissão.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.