Base aliada filia mais 23 prefeitos em evento em Goiânia

Agora, PSDB e PP somam 123 gestores, ou seja, 50% dos municípios. Base aliada alcança 200 prefeitos de um total de 246

Maioria veio de outros partidos, como PMDB e DEM | Foto: Divulgação

A base aliada ao governador Marconi Perillo (PSDB) foi reforçada nesta quinta-feira (17/08) com a filiação de mais 23 prefeitos, em evento realizado no auditório do K Hotel, ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e ao Partido Progressista (PP). A maioria dos gestores migrou de partidos da oposição, como o PMDB e DEM.

Agora, PSDB e PP somam 123 prefeitos, ou seja, 50% das prefeituras de todo o Estado. No total, a base governista conta com 200 gestores de um total de 246. Sobre o tratamento dispensado aos gestores, independentemente de serem da base ou oposição, o vice-governador José Eliton disse que é preciso convergir, respeitar e compreender. “Queremos construir um estado que ouça a todos, seja de qual partido for, e trabalhamos para alavancar um novo ciclo de desenvolvimento, independente de sigla partidária”, argumenta.

Mais de 140 prefeitos de diferentes legendas estavam presentes no evento, além dos novos filiados. Destes, do total, 15 eram peemedebistas, democratas e peerretebistas, principais opositores à base do governo Marconi e de José Eliton. Entre os novos aliados estão os gestores de Araçu, Santo Antônio do Descoberto, Hidrolina, Santa Tereza de Goiás, Fazenda Nova, Arenópolis, Itarumã e Santo Antônio da Barra. O DEM, que nas eleições de 2016 elegeu 10 prefeitos, perdeu três gestores.

José Eliton destacou também as ações municipalistas do governo que, juntamente com os prefeitos, asseguram um círculo virtuoso de desenvolvimento em todas as regiões goianas. Ele destaca que o PSDB é um partido expressivo e de grandes lideranças. “Quando as discussões são de grande envergadura, o presidente da República e as lideranças nacionais do PSDB sempre ouvem o governador Marconi Perillo”, afirma.

“Buscamos o aperfeiçoamento das ações, para que sejamos referência em tecnologia, inovação e geração de empregos, a partir de amplas parcerias entre os setores público e o privado”, destaca o vice-governador.

“Bem-vindos ao ninho tucano”, disse o deputado Giuseppe Vecci, presidente estadual do PSDB. “Somos um partido forte, grande, mas precisamos fortalecer ainda mais e oxigenar a legenda”, afirma. “Temos condições de continuar alavancando nosso país. Goiás é prova disso”, ressalta.

Ao falar em nome dos demais prefeitos que marcharam para a base de Perillo e Eliton, o gestor de Cidade Ocidental, Fábio Correa, que deixou o PRTB, afirma que a atenção do governador Marconi Perillo e do vice-governador José Eliton, que desde janeiro mantêm uma agenda de atendimentos aos administradores municipais, é determinante para o estabelecimento de uma política de integração entre os poderes. “Em nenhum momento me disseram ‘você tem que mudar de partido’. Eu fui conquistado. A palavra é conquista”, destaca.

“Já estive algumas vezes no Palácio Pedro Ludovico para discutir parcerias entre nosso município (Cidade Ocidental) e o governo de Goiás, e sempre fui atendido pelo governador Marconi Perillo e pelo vice-governador José Eliton com extrema atenção. Sempre deixaram clara a intenção do estado em trabalhar junto com os municípios e, assim, elevar a qualidade de vida da população”, relatou.

E complementou: “essas parcerias são fruto de trabalho e lealdade, demonstrados em várias oportunidades. E é por isso que preciso agradecer o governador Marconi Perillo e o vice-governador José Eliton, em nome de todos nós, prefeitos”.

Participaram os presidentes regionais do PSDB, deputado federal Giseppe Vecci, do PP, senador Wilder Morais, deputados estaduais que integram a base governista, prefeitos de outros municípios, lideranças de várias regiões do Estado

Novos filiados destacam atuação republicana de Marconi e José Eliton

Novos filiados aos partidos da base aliada destacaram em entrevistas o sentido republicano das ações do governador Marconi Perillo e do vice-governador José Eliton. Adolpho Von Lohrmann, prefeito de Santo Antônio do Descoberto, diz que decidiu deixar o PMDB porque o PSDB atualmente é o partido que mais representa suas ideias: “O PSDB é a melhor opção”.

“O PSDB é um partido sólido, com propostas e com pessoas sérias. E nosso propósito é trazer forças ao partido”, afirma o prefeito de Hidrolândia e presidente da Associação Goiana dos Municípios (AGM), Paulinho Sérgio.

Prefeito de Araçu, Joelton Bernardo fala sobre a mudança de partido, oficializada nesta quinta-feira. Ele deixa o PMDB para se filiar ao PSDB. Ele assegura que não houve qualquer pressão para que decidisse sobre a mudança. “Ninguém me exigiu nada. Mas eu conversei com a população da minha cidade e vou representar nosso povo junto com o governador Marconi Perillo”, diz. “Sou um grande admirador da forma com que Marconi administra o Estado”, completa.

Edson Palmeiras Dos Santos, prefeito de Santa Tereza de Goiás, também deixa o PMDB para se filiar ao partido tucano. “Vejo a oposição em Goiás muito desarticulada. Eu já militei no PSDB anteriormente e, diante da atuação republicana do governador Marconi Perillo, decidi retornar ao partido”.

Zazá Eloi, prefeito de Hidrolina, diz que não estava satisfeito no PMDB e decidiu deixar o partido para se filiar ao PSDB. “Ele elogia a atuação do vice-governador José Eliton. “Eu decidi buscar os verdadeiros companheiros em Goiás”.

Confira a lista de novos filiados (e seus partidos de origem):

Joelton Bernardo (Araçu) – PMDB
Adolpho (Santo Antônio do Descoberto) – PMDB
Zazá Eloí (Hidrolina) – PMDB
Edson Palmeiras (Santa Tereza de Goiás) – PMDB
Afrânio Ferreira (Fazenda Nova) – PMDB
Ricardo Goulart (Itarumã) – PMDB
Leide Ramos (Santo Antônio da Barra) – PMDB
Thiago Rocha (Faina) – DEM
Marconni Pimenta (Britânia) – DEM
Fábio Correia (Cidade Ocidental) – PRTB
Mateus (Santa Cruz) – PRTB
Davi (Planaltina) – PROS
Flávio Tatu (Mara Rosa) – PROS
Vinicius (Edealina) – PSB
Jairo Gomes Júnior (Cristianópolis) – PSB
João Rios (Cumari) – PDT
Fabinho Buzina (Avelinópolis) – PR
Wygnerley Morais (Jesúpolis) – PHS
Wisner Araújo de Almeida (Corumbaíba) – DEM
Weber Reis Lacerda (Sítio d’Abadia) – PROS

Filiados ao PP:

Flávio Júnior (Arenópolis) – PMDB
Márcia Bernardino (Araguapaz) – PMDB
Odair do Odélio (Bom Jardim) – DEM

1 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Zeca Rocha

…e o presidente do PMDB, deputado Daniel Vilela, volta e meia confraterniza com os “adversários” (??) Marconi Perillo e José Eliton que desidratam seu partido. Isso é que é ‘oposicinha’. Seria mais respeitoso com o eleitor da oposição se os Vilela assumissem sua vocação governista e aderissem ao governo. Essa atitude dúbia só alimenta o descrédito dos políticos. Quem “adere” não é condiável.

Amarilio Fernandes

Concordo plenamente, já tem muitos anos que a base do governo tem colocado a oposição no bolso, na verdade não temos oposição, Maguito, Daniel, José nelton e outros ficam namorando o governo…..a oposição somente chegará ao governo novamente o dia que a situação deixar…. infelizmente….