“Base ainda não está consolidada”, diz vereador de Goiânia

Aliado do prefeito Iris Rezende (MDB), Paulinho Graus (PDT) reconhece esforço do líder aponta que problemas com secretários persistem

Vereador Paulinho Graus (PDT) | Foto: Alberto Maia / Câmara Municipal

O vereador Paulinho Graus (PDT), um dos mais fiéis aliados do prefeito Iris Rezende (MDB), avalia que a base de apoio na Câmara Municipal ainda não está consolidada. Em entrevista ao Jornal Opção, o parlamentar reconheceu o esforço do líder Tiãozinho Porto (PROS), mas aponta que a demora na escolha do representante do Paço no Legislativo ainda prejudica a sintonia entre os dois poderes.

“O vereador Tiãozinho faz o possível e o impossível e vejo o esforço dele para construir e solidificar a base. Mas, às vezes, falta mais interesse do Executivo. Tinha que ter tido essa aproximação antes, logo no início do mandato. Houve uma falha nesse ponto. Não está fácil, a base ainda não está consolidada, mas tudo é possível”, ponderou.

Tiãozinho Porto foi escolhido líder do prefeito na Casa no início de fevereiro de 2018, após um ano inteiro de trabalhos sem que Iris tivesse um representante oficial no parlamento goianiense.

“O Paço está próximo dos vereadores, mas precisa ter mais proximidade. O prefeito passou a receber os vereadores e isso tem feito a diferença. Mas tem secretários que não aceitam receber vereadores e são secretários de pastas importantes, como a Saúde”, reclamou.

A declaração do parlamentar acontece em um momento que matérias importantes estão em discussão no Legislativo, como a proposta de regularização fundiária e a reforma da previdência dos servidores municipais. Existe ainda a expectativa de chegada da revisão do Plano Diretor na Casa.

 

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.