Barrichello conquista a Corrida do Milhão nos minutos finais em Goiânia

Piloto de 42 anos usou botão de ultrapassagem em momentos decisivos. Com a vitória, ele ganhou R$ 1 milhão

Após 36 voltas, Rubens Barrichello venceu a Corrida do Milhão da Stock Car no autódromo Ayrton Senna neste domingo (3/8), em Goiânia. Foi a primeira vitória dele na principal categoria do automobilismo brasileiro. A conquista veio após quase dois anos da estreia do ex-piloto da Fórmula 1 no grupo.

Em seu carro de número 111, ele ficou na ponta por quase toda disputa e protagonizou os melhores momentos da corrida. Nas últimas voltas, o experiente piloto disputou o segundo lugar com Thiago Camilo, enquanto o líder era Lucas Foresti. Os dois alternaram-se na posição a poucos minutos do final do prêmio.

O experiente piloto utilizou o push-to-pass (botão de ultrapassagem) nas etapas decisivas. Faltando quatro minutos para o fim da disputa, Barrichello deixou Camilo para trás e viu Foresti entrar nos boxes. A terceira colocação ficou com Galid Osman.

O campeão comemorou a conquista com o filho Dudu, com direito a famosa dança que fazia na Fórmula 1. O primeiro lugar rendeu R$ 1 milhão a Barrichello, que havia conseguido a pole position no sábado (2). “Foi tudo de bom. Estou me segurando, é muita emoção”, relatou em entrevista coletiva.

O vencedor está em sua segunda temporada na categoria, onde estreou no final de 2012 para disputar apenas duas provas. Já em 2013, correu a temporada completa, quando conseguiu o primeiro pódio. Contudo, Goiânia foi a cidade em que subiu no lugar mais alto.

Com a quarta colocação, o piloto Átila Abreu é o novo líder do campeonato, com 76 pontos. Camilo tem a segunda colocação, com 72, e Júlio Campos vem em seguida, com 71. Barrichello está na quarta posição, com 69.

Veja classificação completa da corrida:
1 #111 Rubens Barrichello (Full Time Competições) – 36 voltas, em 52:22.650
2 #21 Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) – a 0.186
3 #28 Galid Osman (Ipiranga-RCM) – a 10.258
4 #51 Átila Abreu (Mobil Super Racing) – a 13.533
5 #4 Julio Campos (Prati-Mico’s Racing) – a 15.607
6 #1 Antonio Pizzonia (Prati-Mico’s Racing) – a 16.818
7 #18 Allam Khodair (Full Time Competições) – a 19.388
8 #0 Cacá Bueno (Red Bull Racing) – a 20.229
9 #90 Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) – a 23.008
10 #11 Nonô Figueiredo (Mobil Super Racing) – a 24.266
11 #73 Sergio Jimenez (Voxx Racing Team) – a 28.645
12 #65 Max Wilson (Eurofarma RC) – a 29.142
13 #70 Diego Nunes (C2 Team) – a 30.529
14 #12 Lucas Foresti (RC3 Bassani) – a 33.429
15 #88 Felipe Fraga (Vogel Motorsport) – a 33.773
16 #5 Denis Navarro (Voxx Racing Team) – a 33.900
17 #10 Ricardo Zonta (RZ Motorsport) – a 38.531
18 #83 Gabriel Casagrande (C2 Team) – a 44.078
19 #25 Tuka Rocha (RZ Motorsport) – a 44.534
20 #100 Bia Figueiredo (ProGP) – a 45.402
21 #110 Felipe Lapenna (Hot Car Competições) – a 54.890
22 #74 Popó Bueno (Shell Racing) – a 1:09.845
23 #26 Wellington Justino (Boettger Competições – a 1:12.084
24 #82 Alceu Feldmann (Hanier Racing) – a 1 volta
25 #29 Daniel Serra (Red Bull Racing) – a 2 voltas
26 #80 Marcos Gomes (Schin Racing Team) – a 3 voltas
27 #77 Valdeno Brito (Shell Racing) – a 7 voltas
28 #72 Fabio Fogaça (Schin Racing Team) – a 7 voltas
29 #14 Luciano Burti (Vogel Motorsport) – a 9 voltas
30 #8 Rafael Suzuki (ProGP) – a 29 voltas
31 #46 Vitor Genz (Boettger Competições) – a
32 voltas 32 #2 Rafa Matos (Hot Car Competições) – a 6 voltas
33 #7 Beto Cavaleiro (Hanier Racing) – a 17 voltas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.