O Banco de Comunicações da China (Bocom) e o Banco Industrial e Comercial da China (ICBC) realizaram o primeiro empréstimo em moeda chinesa no Brasil. O beneficiário do empréstimo foi a Usina Hidrelétrica de São Simão – localizada entre Goiás e Minas Gerais -, também ligada a um grupo chinês, que recebeu 1,3 bilhão de yuans, que equivale a R$ 886 milhões.

A expectativa é que o empréstimo direto na moeda chinesa resulte numa economia de mais de 60 milhões de yuans nos custos de financiamento da empresa.

O Banco da China realizou, há três semanas, uma operação de comércio bilateral em circuito fechado, com transações financiadas e liquidadas em yuan e convertidas para o real.

Em abril, os presidentes do Brasil e China chegaram a um acordo para desenvolver o comércio nas moedas locais. O presidente Lula (PT) havia visitado o Novo Banco de Desenvolvimento, o Brics, quando defendeu buscar alternativas para o comércio em dólar.

Leia também:

Daniel Vilela torna-se o interlocutor de Goiás com a China

Maior fabricante de tratores da China pode escolher Goiás como base de operações na América Latina