Banco Mundial confirma Weintraub como Diretor Executivo

No cargo, ex-ministro da Educação receberá salário de US$ 21,5 mil mensais, que equivale a R$ 110 mil

Ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub | Foto: Reprodução

Na noite desta quinta-feira, 30, o ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub, foi confirmado como diretor executivo do Banco Mundial, que tem sede em Washington, nos Estados Unidos. Weintraub foi indicado em 17 de junho pelo Ministério da Economia para assumir uma diretoria executiva no banco ao deixar o governo Bolsonaro.

“O Banco Mundial confirma que o Sr. Abraham Weintraub foi eleito pelo grupo de países (conhecido como constituency) representando Brasil, Colômbia, República Dominicana, Equador, Haiti, Panamá, Filipinas, Suriname e Trinidad e Tobago para ser Diretor Executivo no Conselho do Banco”, informou a instituição. 

Weintraub foi eleito para servir até 31 de outubro de 2020, quando será necessário nova nomeação e eleição. No cargo, ele receberá salário de US$ 21,5 mil mensais (o equivalente a R$ 110 mil). “Diretores Executivos não são funcionários do Banco Mundial. Eles são nomeados ou eleitos pelos representantes dos nossos acionistas”, ressaltou a nota do banco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.