Banco de Conteúdos Culturais atualiza acervo com mais de 6 mil produções audiovisuais

No repositório é possível conferir coleções de filmes que construíram a história do cinema no País

Também estão disponíveis produções de filmes mudos lançados até 1930 – Foto: Pixabay

 

O Banco de Conteúdos Culturais (BCC) foi atualizado e passa a contar com 6.300 materiais, entre curtas, médias, longas-metragens e reportagens em vídeo para consulta. A organização é da Cinemateca Brasileira, instituição que compõe a Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura (MinC).

No acervo também há mais de 10 cartazes de filmes nacionais e estrangeiros, pouco mais de 53 mil fotografias de filmes nacionais e 24 mil textos. O repositório disponibiliza acesso a coleções de filmes de estúdios que construíram a história do cinema no País. Também estão disponíveis produções do Instituto Nacional de Cinema Educativo (Ince), filmes mudos lançados até 1930 e um conjunto de entrevistas sobre diversos aspectos da chamada gestão cultural, integrantes do projeto Encontros Transversais.

Televisão
O público também pode consultar no repositório trechos de Beto Rockefeller e Direito de Nascer, telenovelas produzidas para a antiga TV Tupi, primeira emissora de televisão no Brasil. É possível ainda conhecer a coleção de 22.789 roteiros de locução dos 43 telejornais veiculados desse canal.

O pesquisador interessado na reprodução das obras ofertadas no Banco de Conteúdos Culturais deve preencher um formulário a ser avaliado pela Cinemateca Brasileira, já que pertencem à União ou estão em domínio público.

Fonte: Ministério da Cultura

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.