Banco de Alimentos da OVG beneficia semanalmente mais de 400 famílias vulneráveis

Além de ajudar na doação de cestas de frutas e hortaliças, programa fomenta produção de pequenos agricultores que passam por dificuldades diante da crise econômica

Banco de alimentos da OVG beneficia mais de 400 famílias semanalmente | Foto: Henrique Luiz / OVG

Mais de 400 famílias são beneficiadas semanalmente com cestas de frutas e hortaliças distribuídas pelo Banco de Alimentos da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG). Apenas em junho foram adquiridas 1.664 cestas de seis quilos para ajudar famílias vulneráveis. A ação tem apoio do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), do Governo do Estado.


São 215 famílias e 207 entidades, de Goiânia e outros 13 municípios, atendidas semanalmente. No primeiro semestre já foram doados 618 toneladas de frutas e hortaliças. O Banco de Alimentos tem parceria com as Centrais de Abastecimetno de Goiás (Ceasa-Go) e a Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa). Alimentos adequados para consumo, mas fora dos padrões de comercialização são doados por pequenos produtores, permissionários e concessionários.


“A segurança alimentar é uma das grandes preocupações do governador Ronaldo Caiado. Trabalhamos para garantir comida na mesa de todas as famílias goianas, principalmente daquelas que foram mais afetadas por esse grave momento que vivemos”, afirmou a primeira-dama Gracinha Caiado.


Beneficiada com a cesta, Fabiana Pereira dos Santos Lima, 26, está desempregada e é mãe de três filhos. “Essa cesta é muito bem-vinda, principalmente neste momento de pandemia, pois não tenho condições de alimentar meus filhos mais velhos, que estão ficando em casa, sem escola. Além disso, as frutas e hortaliças são de boa qualidade”, conta Fabiana.
O cadastro de entidades interessadas em receber doações deve ser realizado diretamente no Banco de Alimentos, pelo formulário e documentação disponíveis no site www.ovg.org.br.


Fomento


Cerca de mil produtores associados à Cooperativa Mista dos Produtores de Hortifrutigranjeiros do Estado de Goiás (Comphego), composta 95% por agricultura familiar, são beneficiados com o programa, que compra os alimentos no momento em que as vendas caíram. “Deixamos de vender para supermercados, feiras, escolas e restaurantes”, conta Lourivan Santos Ferreira. “Parabenizamos o Governo de Goiás e a OVG que estão colocando comida na mesa de centenas de famílias e nos ajudando nesse período de dificuldades econômicas e sociais”, diz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.