Baleia e Lira miram quatro siglas que ainda não decidiram voto para presidência da Câmara

Estimativa é que candidato de Maia, Baleia Rossi, conte com aproximadamente 273 deputados, enquanto Arthur Lira soma 195. No entanto, conversações com o PTB, Podemos, PSOL e Novo ainda podem mudar o rumo do jogo

Baleia Rossi (MDB-SP) e Arthur Lira (PP-AL) / Foto: Colagem/Reprodução

As articulações acerca das candidaturas à presidência da Câmara dos Deputados, em Brasília, ganham cada vez mais musculatura no cenário político nacional.

A disputa pela principal cadeira da Casa é protagonizada pelo candidato do atual presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ), Baleia Rossi (MDB-SP), e o candidato do presidente Jair Bolsonaro (Sem partido), Arthur Lira (PP-AL).

Conforme mostrado pelo O Globo, com a chegada do PT ao grupo de Maia, Baleia passou a contar, no total, com apoio de aproximadamente 273 deputados.

As recentes movimentações mostraram que o candidato de Maia ganha força junto à oposição, tendo ao seu lado, agora, as maiores legendas da Casa: o PT e o PSL.

Além disso, o grupo liderado por Baleia traz consigo o peso do voto de outros importantes partidos políticos, especialmente os de centro esquerda. Completam a lista de apoiadores os parlamentares do MDB, PSDB, DEM, PSB, PDT, PCdoB, Cidadania, PV e Rede.

Em paralelo, o grupo favorito de Bolsonaro na disputa, encabeçado pelo federal Arthur Lira, angaria forças no centrão. Ainda de acordo com a reportagem, as maiores bancadas fechadas com Lira são as do PL, com 43 deputados, e do PP, com 40.

Completam o grupo os partidos Republicanos, Solidariedade, Pros, PSC, Avante e Patriota. A estimativa é que o grupo de Lira conte com o voto de aproximadamente 195 parlamentares.

As negociações miram, agora, os partidos PTB, Podemos, PSOL e Novo, haja vista que nenhum deles ainda se posicionou acerca da disputa entre ambos e juntos trazem um expressivo peso à eleição.

Enquanto Baleia aposta no discurso de manutenção de uma “Câmara independente”, Lira chama atenção para as dissidências existentes entre partidos que compõem o bloco do adversário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.