Baldy diz que Alexandre de Moraes tem “reputação ilibada” e não vai interferir na Lava Jato

Para deputado federal, escolha de Michel Temer (PMDB) para a vaga do ex-ministro Teori Zavascki no Supremo Tribunal Federal (STF) foi a

O deputado federal Alexandre Baldy (PTN) comentou, em entrevista ao Jornal Opção, a escolha de Alexandre de Moraes para o Supremo Tribunal Federal (STF) que, para ele, foi acertada. Segundo o parlamentar, o atual Ministro da Justiça, afastado do cargo na última terça-feira (7/2), tem todas as credenciais que o permitem assumir a vaga.

“Ele foi secretário de Segurança Pública e de Justiça de São Paulo, foi do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), é professor e tem uma reputação, até onde sabemos, ilibada”, afirmou Baldy. Questionado sobre o fato de Moraes ter se filiado recentemente ao PSDB, o presidente estadual do PTN disse não ver isso como um problema.

Segundo ele, outros ministros também eram filiados e isso não foi impedimento para suas indicações. “É uma questão tradicional, foi assim com Dias Tofolli, Celso de Mello, Ayres Britto, Nelson Jobim, e Joaquim Barbosa… o Fachin esteve no palanque da Dilma”, listou ele.

Questionado se sua orientação partidária não seria uma ameaça para a Lava Jato, Baldy disse que não. Para ele, Moraes não conseguiria atuar abertamente a favor de parlamentares tucanos, porque a população segue de perto os desdobramentos das investigações. “A Lava Jato não é mais do Supremo, é do Brasil”, declarou.

A vaga no STF foi aberta depois que o ex-ministro Teori Zavascki faleceu em um acidente aéreo no último dia 19. Moraes foi indicado pelo Presidente da República, Michel Temer (PMDB).

Deixe um comentário