Balancetes da gestão do ex-prefeito Paulo Garcia serão avaliados até o final deste ano, diz Clécio Alves

Próxima votação vai analisar contas de 2013 e terá relatoria do vereador Anselmo Pereira (PSDB)

Vereador Clécio Alves (MDB). Foto: Reprodução.

Os integrantes da Comissão de Finanças, Orçamento e Economia da Câmara Municipal de Goiânia se reuniram para analisar os Balanços e Balancetes referentes a gestão do petista Paulo Garcia. O objetivo é avaliar os documentos financeiros reprovados pelo Tribunal de Contas dos Municípios do Estado de Goiás (TCM) e Ministério Público de Contas.

O presidente da comissão, vereador Clécio Alves (MDB), afirmou que a decisão dos vereadores prevalecerá. No entanto, ressaltou que seu juízo é favorável ao ex-prefeito de Goiânia.

“O ex-prefeito Paulo Garcia pecou muito por ser uma pessoa de boa intenção. O prefeito Paulo Garcia pagou pelo que, na minha opinião, ele não deveria pagar. Assumindo para si responsabilidades de outros secretários. Isso, eu não tenho dúvidas, o levou à morte, levando ele à depressão, levando ele a situação de ter aquele infarto, em função de tudo aquilo, balancetes reprovados, ações por improbidade na Prefeitura, que outros cometeram e ele estava respondendo por ter aquele coração” declarou Clécio Alves.

O vereador destacou que balancetes e projetos de vereadores e Executivo, serão apreciados neste mandato, até o final do ano. A próxima votação, de relatoria do vereador Anselmo Pereira (PSDB), está marcada para próxima semana e vai analisar contas de 2013.

Nesta segunda, 12, os vereadores decidiram votar contra o relatório de Lucas Kitão (PSL), que pedia a rejeição, com argumentos baseados em recomendações do MP e do TCM.

Com a morte de Paulo Garcia em 2017, caso a Câmara decida reprovar as contas em questão, a viúva Tereza Beiler responderá pelas ações.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.