“Bacurau” ganha oito prêmios no 46.ª Festival Sesc Melhores Filmes

Filme lançado em 2019 conta a história de um pequeno povoado do sertão brasileiro que sofre uma sequência de incidentes que mergulham a população numa tensão crescente

Foto: Reprodução.

O filme Bacurau (2019) foi o grande vencedor da 46.ª edição do Festival Sesc Melhores Filmes. Na cerimônia realizada de maneira virtual na noite desta quarta-feira, 19, o longa levou oito premiações — incluindo melhor filme brasileiro, na opinião da crítica e do público.

Bacurau conta a história de um pequeno povoado do sertão brasileiro que sofre uma sequência de incidentes que mergulham a população numa tensão crescente. O filme tem roteiro e direção de Juliano Dornelles e Kléber Mendonça Filho.

A cerimônia foi conduzida por Karine Teles, que venceu na categoria melhor atriz e roteirista no ano passado, pelo filme Benzinho. 

Vencedores da 46.ª edição do Festival Sesc Melhores Filmes 2020:

  • Melhor Documentário pelo Público – Bixa Travesty (Direção Claudia Priscilla e Kiko Goifman)
  • Melhor Documentário pela Crítica – Estou Me Guardando Para Quando o Carnaval Chegar (Direção Marcelo Gomes)
  • Melhor Fotografia pelo Público – Pedro Sotero (Bacurau)
  • Melhor Fotografia pela Crítica – Hélène Louvart (A Vida Invisível)
  • Melhor Ator Brasileiro pelo Público – Silvero Pereira (Bacurau)
  • Melhor Ator Brasileiro pela Crítica – Marco Nanini (Greta)
  • Melhor Atriz Brasileira pelo Público – Fernanda Montenegro (A Vida Invisível)
  • Melhor Atriz Brasileira pela Crítica – Grace Passô (Temporada)
  • Melhor Roteiro, Direção e Filme pelo Público e pela Crítica – Bacurau (Roteiro e direção Juliano Dornelles e Kléber Mendonça Filho)

(Com informações do jornal Estadão)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.