Avião da AirAsia com 162 pessoas a bordo desaparece na Indonésia

“Comunicação com o avião foi perdida quando ainda estava sob o Controle de Tráfego Aéreo da Indonésia”, acrescentou a AirAsia

AirAsia-1

O piloto do A320 da AirAsia que desapareceu nesta domingo (28/12) dos radares entre a Indonésia e Cingapura, que operava o voo QZ8501, pediu para “desviar” o plano de voo por causa do mau tempo. A informação foi divulgada na página do Facebook da companhia aérea.

“A comunicação com o avião foi perdida quando ainda estava sob o Controle de Tráfego Aéreo da Indonésia”, acrescentou a AirAsia.

“O voo da AirAsia, que partiu de Surabaia para Cingapura, perdeu contato com Jacarta às 6h17 (20h17 do último sábado (27), no horário de Brasília), ressaltou o porta-voz do Ministério dos Transportes da Indonésia, J.A. Barata.

O avião partiu do aeroporto internacional de Juanda, em Surabaia, no leste de Java, às 05h20 (19h20 no horário de Brasília) e deveria chegar a Cingapura às 08h30 (22h30 no horário de Brasília).

O diretor-geral do transporte aéreo da Indonésia, Djoko Murjatmodjo, salientou que o avião transportava sete tripulantes e 155 passageiros – 138 adultos, 16 crianças e um bebê.

De acordo com a televisão indonésia Metro TV, 149 dos passageiros têm nacionalidade indonésia, três são coreanos, um é britânico, e um nacional de Cingapura.

Murjatmodjo disse ainda que as buscas estavam concentradas numa área entre a ilha Belitung e Kalimantan, na parte ocidental da ilha do Bornéu, nas proximidades da rota do voo QZ8501.

“Estamos em contato com as equipes de busca. Acreditamos que  a aeronave esteja entre Tanjung Pandan, localidade na ilha de Belitung, e Kalimantan, afirmou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.