Aumento no preço de remédios fica suspenso por 60 dias

Reajuste anual passaria a valer nesta quarta-feira, 1º de abril, mas por conta da crise causada pela Covid-19 governo federal decidiu adiar

O presidente Jair Bolsonaro anunciou que vai adiar o reajuste no preço dos medicamentos por um prazo de dois meses. A informação foi dada em post nas redes sociais na tarde desta terça-feira, 31.

Em seu post, o presidente diz que a decisão foi tomada em “comum acordo com a indústria farmacêutica”.  A Associação dos Laboratórios Farmacêuticos Nacionais (Alanac) já havia enviado ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, um pedido de adiamento na data do reajuste anual de preços.

A decisão de não reajustar os preços dos medicamentos ocorre em meio à pandemia do novo coronavírus enfrentada pelo país.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.