Aulas presenciais em Goiás não serão retomadas antes de agosto, afirma secretária de Educação

Segundo ela, previsões para o retorno estão condicionadas às informações técnicas da Saúde, mas diz que isso não deve acontecer antes de agosto  

Na Alego, titular da Seduc volta a defender reordenamento escolar

Secretária da educação, Fátima Gavioli | Foto: Lívia Barbosa / Jornal Opção

As aulas em Goiás devem seguir com o sistema de ensino à distância. Em reunião virtual realizada nesta quarta-feira, 6, entre a secretária estadual de Educação, Fátima Gavioli, prefeitos e representantes de entidades ligadas à educação, as orientações sobre o assunto foi pela adaptação e melhoria do atual regime, sem previsão para o retorno presencial.

“Não há nenhuma previsão de retorno das aulas presenciais na rede pública. Isso só vai acontecer com base em informações técnicas da Secretaria de Saúde e com a evolução da pandemia. Antes do mês de agosto isso não será possível”, destacou a secretária logo em sua fala inicial.

A reunião virtual contou com cerca de 400 participantes, entre eles o presidente da Associação Goiana de Municípios e da Federação Goiana de Municípios, prefeitos, membros do Conselho Estadual de Educação e Secretários Municipais de Educação.

Na ocasião a secretária fez uma avaliação de como estão ocorrendo as aulas que foram suspensas de forma presencial no mês de março. Afirmou que não é grande o número de alunos que não está conseguindo ter acesso aos conteúdos pela internet.

Ela aproveitou para conclamar todos os municípios a engajarem nesse processo visando garantir o cumprimento do calendário escolar. Destacou ainda a importância da continuidade do transporte escolar para a entrega de materiais. “O transporte escolar não pode parar e se isso acontecer eles não vão receber o pagamento”, alertou.

Uma resposta para “Aulas presenciais em Goiás não serão retomadas antes de agosto, afirma secretária de Educação”

  1. Djulia disse:

    a escola do meu filho em Goianésia anunciou retorno das aulas presenciais em 15 de junho de 2020, e disse ainda que maio foi dado como férias e que irão retornar nessa data e vai direto até dezembro. Por ser no estado de Goiás como fica essa questão? As crianças estarão correndo risco devido a pandemia e ainda sim a gestão da cidade disse que o calendário agora é esse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.