Aulas presenciais em Goiás retornarão em agosto, diz Caiado

A previsão é que a reserva de 30% das vacinas para professores e pessoas com comorbidades vai proporcionar ao estado imunizar toda a classe docente com a segunda dose até o final de julho

O governador Ronaldo Caiado (DEM), afirmou que os professores estarão aptos a voltar para as salas de aulas em agosto. A previsão do chefe do executivo estadual é que a reserva de 30% das vacinas para professores e pessoas com comorbidades vai proporcionar ao estado imunizar toda a classe docente com a segunda dose até o final de julho.

De acordo com os dados da Secretaria Estadual de Educação, são 38.686 servidores atuantes na rede de ensino do estado, sendo 26.508 professores. Ao todo, o Plano Nacional de Imunização prevê 106 mil pessoas atuando na educação em Goiás.

O governo suspendeu as aulas presenciais nas redes pública e privada em março do ano passado. As escolas particulares foram autorizadas a voltar a funcionar em novembro de 2020.

Goiânia

Na capital 16.150 trabalhadores da Educação já receberam a primeira dose da vacina contra Covid-19 desde que começou a imunização deste grupo, há dez dias. O agendamento para a vacinação deste grupo está disponível pelo aplicativo Prefeitura 24h.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), desde o dia 27 de maio são vacinados professores, merendeiros, administrativos, auxiliares e agentes educacionais que atuam na Educação Infantil, ensino fundamental e médio, tanto da rede pública quanto privada, com 18 anos ou mais.

Conforma a chegada de novas doses, a imunização será ampliada para os demais trabalhadores da Educação do ensino superior, pós-graduação, ensino técnico profissionalizante e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.