Atrasada há sete meses, obra do Parque Areião segue até o fim do semestre

Amma alega que atraso na primeira fase foi motivada por dificuldades na localização de materiais de construção

Ponto de reforma do gradeamento do Parque Areião | Foto: Francisco Costa/ Jornal Opção

Em reforma desde agosto de 2018, o Parque Areião, um dos mais visitados de Goiânia, segue em obras. Com cronograma dividido em duas etapas, a entrega da primeira fase está sete meses atrasada. A Prefeitura alega dificuldade em encontrar alguns dos materiais necessários para a estrutura. Entretanto promete entregar toda a obra ainda neste semestre.

Uma das estruturas que prometia ser reinaugurada em outubro de 2018 é a Vila Ambiental, espaço do parque que funciona como um teatro no meio da mata. A estrutura que já estava em processo de degradação, sofreu um incêndio em 2017 e começou a ser reformada em julho do ano seguinte.

Segundo o diretor da Amma responsável pelas Áreas Verdes, Ormando do José Pires Junior, a entrega não foi feita na data prevista por “dificuldade da empresa responsável em encontrar materiais como o telhado da estrutura”, que, segundo ele, é específico para o tipo de construção. Isso, porque há trânsito de macacos sobre elas.

Segunda fase

Após o não cumprimento da data anterior, o presidente da Amma, Gilberto Marques, afirma que o órgão decidiu fazer a entrega de toda a reforma de uma só vez, evitando o trânsito da população por outros pontos de obras.

Um dos principais pontos da segunda etapa é a reforma do gradeamento do parque. A empresa responsável atua na retirada das grades há dois meses. Após a finalização, o presidente diz que a dinâmica de fechamento do parque seguirá como já acontecia e as grades serão recolocadas.

Ponto de reforma do gradeamento do Parque Areião | Foto: Francisco Costa/ Jornal Opção

“O fechamento segue acontecendo na parte da noite, para evitar a presença pessoas que queiram usar o parque para propósitos ilícitos”, informou.

Apesar do atraso, o órgão responsável pelo parque garante que a entrega da Vila, assim como o restante da obra, deve acontecer ainda neste semestre, entretanto sem uma data exata.

Outras reformas

Segundo Ormando, outros parques de Goiânia passarão por processos de revitalização. A dinâmica, segundo ele, será por etapas, priorizando pontos que estiverem mais críticos, como pisos, lixeiras ou bancos. “Nós queremos que a população desfrute desses parques, e por isso iremos buscar a melhorias em todos eles”, defendeu.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.