Atentado na sede do Ministério Público deixa dois baleados no Rio Grande do Norte

Procurador-geral adjunto de Justiça e promotor ficaram feridos e foram socorridos. Autor dos disparos é servidor do MP

MP divulgou imagens da câmera de segurança que mostra o momento da fuga do suposto autor dos disparos | Foto: Divulgação / MP

O procurador-geral adjunto de Justiça do Rio Grande Norte Jovino Pereira Sobrinho e o promotor Wendell Beetoven Ribeiro foram baleados na manhã desta sexta-feira (24/3) na sede do Ministério Público do Estado, em Natal. Os dois foram socorridos e encaminhados ao hospital.

Segundo a Polícia Militar local, o atirador é o servidor Guilherme Wanderley Lopes da Silva, de 44 anos, que invadiu uma reunião no segundo andar do prédio e efetuou os disparos. O próprio MP divulgou imagens das câmeras de segurança em que o suspeito aparece fugindo do local.

O atentado ocorreu no fim da manhã, por volta de 11h30. Logo em seguida, o suspeito saiu em um carro Polo de cor prata. Na fuga ele ainda efetuou pelo menos mais cinco disparos no estacionamento do MP.

A polícia fez buscas na região mas ele ainda não foi encontrado. Fontes do MP não sabem dizer o que teria motivado o ataque.

Deixe um comentário