Atentado a bomba deixa 9 mortos em metrô da Rússia

Estações da cidade de São Petersburgo foram fechadas. Presidente Vladimir Putin considera terrorismo como a principal hipótese

Atentado também deixou dezenas de feridos | Foto: Reprodução / Twitter

As autoridades da Rússia fecharam nesta segunda-feira (3/4) o metrô de São Petersburgo após o atentado a bomba que deixou pelo menos nove mortos e dezenas de feridos, informou a administração do transporte ferroviário da cidade. Anteriormente, fontes oficiais haviam confirmado a morte de 10 pessoas.

“Às 15h40 (horário local) todas as estações do metrô de São Petersburgo foram fechadas, tanto para entrada quanto para saída”, afirmou a fonte.

Duas explosões ocorreram entre duas estações da linha azul – Sennaya Ploschad e Tekhnologitchesky Institut -, antes da saída de um dos trens. Fontes oficiais consideram que se tratou de um atentado suicida.

Segundo a assessoria de imprensa do metrô da segunda maior cidade Rússia, um dispositivo explosivo foi colocado em um dos trens. O presidente da Rússia, Vladimir Putin se pronunciou nesta segunda-feira, prestando condolências às famílias das vítimas e afirmou que o governo está investigando todas as hipóteses para a explosão e a possibilidade de atentado terrorista é a principal suspeita.

“Naturalmente, sempre analisamos todas as possibilidades, acidental, criminal e, claro, de caráter terrorista. Veremos, a investigação dará em breve uma resposta sobre o que ocorreu nessa tragédia”, afirmou Putin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.