Até assembleia geral dos servidores, negociação do salário estará aberta

Vereador e presidente de uma das associações explica que categorias esperam que Governo possa dar nova resposta até as 15h desta segunda, 21

Vereador Cabo Senna (PRP) | Foto: Fernando Leite / Jornal Opção

O presidente da União dos Militares de Goiás e vereador de Goiânia, Cabo Senna (PRP), disse ao Jornal Opção, após reunião de entidades com o Governo, que os próximos passos serão definidos na Assembleia Geral do Fórum marcada para a segunda-feira, 21, às 16h, em frente ao Palácio das Esmeraldas.

“Após termos feito várias sugestões e o Governo se manter na ideia inicial, o fórum decidiu que vai apresentar esse resultado da reunião aos funcionários públicos, e, então decidir o que vai ser feito”, explicou.

Segundo ele, ainda não é possível falar em medidas concretas por parte das categorias antes do encontro. O vereador ressaltou que não só se compadece da situação, mas sente na pele. “Sou presidente da Unimil, sou servidor, minha esposa é servidora e precisamos resolver isso”, disse

Apesar do fim da reunião de sexta-feira, 18, sem acordo com as 43 entidades representadas, a negociação ainda estará aberta até as 15h de segunda, 21, antes da assembleia geral. “Se por um acaso o governo resolver atender aos nossos pedidos nesse meio tempo, mantemos a reunião para apresentar tudo o que foi discutido”, detalha.

O fórum entregou à secretária da Fazenda, Cristiane Schimdt, e ao secretário de Governo, Ernesto Roller, quatro sugestões que garantiam o pagamento imediato do salário de dezembro aos servidores. Mas o Governo não cedeu e a reunião terminou sem acordo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.