Assembleia de Goiás recebe 3ª Edição da Semana de Arte Negra

Evento em comemoração do Dia da Consciência Negra terá atrações culturais, exposição de arte plástica e fotografia e feira de produtos artesanais

Imagem / Divulgação

O Projeto Terra Preta, em parceria com a deputada delegada Adriana Accorsi (PT), promove a Semana de Arte Negra na Assembleia Legislativa de Goiás. O evento acontece do dia 20 a 23 de novembro, das 8h às 22 horas.

Em sua 3° edição, a Semana apresentará atrações culturais como shows, desfiles de penteados afros (criança e adulto), exposição de arte plástica e de fotografia, capoeira, roda de samba, praça de alimentação com pratos típicos, além da feira de produtos artesanais.

A estimativa é que cerca de 3 mil pessoas visitem o local. A casa legislativa tem 4 mil funcionários como público interno. Para a deputada apoiadora da proposta, o dia da Consciência Negra traz uma reflexão sobre a importância da cultura e do povo de matriz africana e o impacto que tiveram na evolução da cultura brasileira. “Sociologia, política, religião e gastronomia entre várias outras áreas, foram profundamente influenciadas pelas culturas negra e africanas. É dia de comemorar e mostrar profundo apreço pela cultura afro-brasileira”, ressalta a parlamentar

O organizador da Semana de Arte Negra,  Sandro Salamanca, explicou que o objetivo do projeto é valorizar a cultura negra no estado não apenas na semana que se celebra o Dia da Consciência Negra (20/11), mas também fomentar a cultura afrobrasileira e alavancar todos os projetos que estejam à frente pessoas negras.

“A gente não quer só falar de música, de samba, mais também de moda, artesanato, de comércio e de consumidor. O mercado precisar ter bons olhos para que se possa absorver todos os produtos e que também se invista na classe de empreendedores negros”, destaca Slalamanca.

Segundo levantamento feito pelo Seabre em 2015, com base nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), 50% dos donos de negócio são afrodescendentes, 49% são brancos e 1% pertencem a outros grupos populacionais em todo o Brasil.

Para Sandro, o momento é de empreendedores transformarem a identidade negra em produtos, serviços e soluções criativas em Goiás. “As pessoas negras ascendem à classe média, já assumem posições importantes no mercado de trabalho e no universo do consumo e do empreendedorismo. A conquista precisa ser valorizada. A Semana de Arte Negra é só um start para o Terra Preta apostar no afroempreendedorismo”, enfatiza.

Afroempreendedorismo é o nome dado ao serviço ou produto desenvolvido pensando na representatividade negra- produzidos por negros e voltado para o próprio público. “É claro que não impede que outras pessoas comprem ou comercializem os produtos.”, ressalta Sandro.

Confira a programação completa:

20/11 (segunda-feira)
8:00h – Feira de Arte Negra
15:00h – Abertura Oficial da Feira de Arte Negra com a Deputada estadual Delegada Adriana Accorsi – Apresentação de Dança: Grupo Musical MonoGroove
19:00h – Homenagem a Capoeira de Goiás (Roda de Capoeira)
20:00h – Apresentação da Escola de Samba Brasil Mulato

21/11 (terça-feira)
8:00h – Feira de Arte Negra
15:00h – Apresentação de Dança: Grupo Afoxé Iléode Omodé do Mestre Luizinho de Bimba
19:00h – Homenagem aos Sambistas e Inauguração do Projeto Terra Preta

22/11 (quarta-feira)
8:00h – Feira de Arte Negra
15:00h – Desfile Encrespadas e Cacheadas de Goiás
20:00h – Música

23/11 (quinta-feira)
8:00h – Feira de Arte Negra
15:00h – Grupo Coró Mulher (Percussão)
19:00h – Noite de Danças
20:00h – Música

Serviço

Semana de Arte Negra: gastronomia, capoeira, shows , Feira Preta, desfiles de encrespados
Quando: 20 a 23 de novembro
Horário: das 8h às 22 horas
Local: Assembleia Legislativa de Goiás- Alameda dos Buritis, N. 231, Setor Oeste.

Deixe um comentário