Assembleia confirma antecipação da escolha do novo presidente para dia 30

Projeto foi aprovado em segunda votação nesta terça-feira (21/6) pelo plenário da Casa e muda a data da escolha da nova Mesa Diretora de outubro para o fim de junho

José Vitti (PSDB) e Francisco de Oliveira (PSDB) seriam os candidatos na disputa da presidência da Assembleia | Foto: Marcos Kennedy

José Vitti (PSDB) e Francisco de Oliveira (PSDB) seriam os candidatos na disputa da presidência da Assembleia | Foto: Marcos Kennedy

Como foi divulgado pela coluna Bastidores na edição 2.136, de 12 a 18 de junho, a proposta de antecipar a eleição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de outubro para junho de fato aconteceu. Nesta terça-feira (21/6), o plenário da Casa aprovou em segunda votação o projeto que altera a Resolução número 1.218 de 2017 e definiu 30 de junho a data limite para se realizar a eleição que definirá a composição da Mesa para o biênio 2017/2018.

O recesso parlamentar na Assembleia começa no dia 1º de julho. O projeto foi um dos 18 aprovados pelo plenário da Casa hoje. A sessão ordinária foi encerrada às 17 horas desta terça, quando houve convocação para reunião conjunta das Comissões de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) e Mista (CM), no Auditório Solon Amaral.

A coluna Bastidores informou na edição 2.136 que a articulação para antecipar a eleição da Mesa Diretora da Assembleia de outubro para junho pode ter sido articulada pelos deputados estaduais José Vitti (PSDB), líder do governo na Casa, e Talles Barreto (PSDB) com o objetivo de ajudar Vitti a ser eleito presidente do Legislativo goiano.

O parlamentar Francisco Oliveira (PSDB) tem o interesse em ser o sucessor de Helio de Sousa (PSDB) na presidência da Casa. Mas a antecipação da eleição da Mesa Diretora poderia minar as chances dele de conseguir ser eleito em uma disputa contra Vitti, divulgou a coluna Bastidores.

De acordo com Francisco Oliveira, que deu entrevista ao Jornal Opção nesta terça, ele teria 14 votos e Vitti 16 neste momento dentro da base aliada do governador Marconi Perillo (PSDB). “Não vou retirar minha candidatura”, afirmou Francisco Oliveira. Resta saber em quem votariam os outros 11 deputados estaduais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.