Assembleia ainda não foi notificada sobre afastamento do deputado Vinícius Cirqueira

Advogado do parlamentar disse à reportagem que irá protocolar recurso contra a decisão do TRE ainda nesta quarta-feira, 5. Caso seja substituído, Sérgio Bravo assumirá a cadeira 

Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

A Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) ainda não foi notificada sobre a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-GO) que prevê o afastamento do deputado estadual Vinícius Cirqueira (Pros) do cargo. Segundo informações internas, apenas o presidente da Alego, Lissauer Vieira (PSB), pode receber o ofício. Lissauer, no entanto, está em viagem e retornará ao Legislativo  apenas na quinta-feira, 6.

O Jornal Opção também conversou com o advogado Dyogo Crosara sobre o assunto. Ele, que defende Cirqueira no processo, assegurou que apresentará um recurso na tentativa de derrubar a medida ainda nesta quarta-feira. “Essa é uma consequência normal da sentença. Vamos entrar com recurso e pedir a suspensão dessa ordem de afastamento”, disse o jurista.

No recurso, será argumentado, segundo o advogado, que Cirqueira deve permanecer no cargo até que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julgue o processo.

Após ser notificada, a Alego deverá empossar o primeiro suplente da sigla, neste caso, Sérgio Bravo que angariou quase 17 mil votos no último pleito. Vale lembrar que a decisão foi tomada após o Ministério Público Eleitoral acusar o deputado de captação e gasto ilícito  durante o pleito de 2018.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.