Arte Viva abre as comemorações dos 30 anos do Instituto Gustav Ritter

11ª edição do projeto acontece com mais de 80 apresentações e mais de mil pessoas envolvidas em todo o processo de produção

Foto: Divulgação

Nesta quarta-feira (20/6) o Instituto Gustav Ritter recebe a 11ª edição do Projeto Arte Viva com a participação de mais de mil alunos e professores compondo as apresentações dos Núcleos de Música, Dança e Teatro. Todas as atividades acontecerão no instituto que também comemora três décadas este ano. Como pagamento de entrada, o evento pede um quilo de alimento não perecível.

O Projeto Arte Viva deste ano conta com a apresentação de mais de 80 produções artísticas, perfazendo 12 horas de duração. Outro destaque na programação é a presença da Feira Sabor e Arte, de comerciantes locais campineiros.

Diretor do Gustav Ritter, Edmar Carneiro disse que a 11ª edição do Arte Viva quer reunir todos que colaboram com a escola durante esses anos. “Acreditamos que o empenho dos envolvidos foi fundamental para o instituto se tornar um dos mais importantes centros de formação em artes do Estado de Goiás”, destacou.

Atividades artísticas

Estão entre as apresentações os corais adulto, juvenil e infantil, a Orquestra de Câmara, Big Band, Orquestra de Violões, recitais de música, Duo de Violoncelos, Quarteto de Sax, Banda Sinfônica, Grupo de Choro, recitais de instrumentos diversos, coreografias de balé clássicoperformances, jogos e brincadeiras teatrais, espetáculo circense, dentre outras.

Fazendo arte

Há 30 anos o Instituto Gustav Ritter, unidade da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte de Goiás (Seduce), promove a formação artística e cultural de crianças, jovens e adultos, por meio de seus Núcleos de Música, Dança e Teatro reunindo diariamente 2.211 alunos, nos turnos matutino, vespertino e noturno.

O espaço, localizado no tradicional bairro de Campinas, em Goiânia, atende a população de diversos setores da capital e também de cidades da região metropolitana, como Trindade, Senador Canedo, Aparecida de Goiânia, dentre outras.

Contribuindo para a democratização da cultura, o Instituto Gustav Ritter oferece oportunidades para os alunos desenvolverem habilidades artísticas. Tradicionalmente, o Instituto exporta talentos, tendo ex-alunos que, hoje, atuam no cenário cultural nacional e internacional, em países como: Estados Unidos, Alemanha, Canadá, Suíça e França.

SERVIÇO:

11ª Edição do Projeto Arte Viva

Data: Quarta-feira (20/6)

Horário: 8 às 21h

Local: Instituto Gustav Ritter (Av. Marechal Deodoro da Fonseca, nº 237, Campinas)

Telefones: 3201-4700 (recepção)

Entrada gratuita ou doação de um quilo de alimento não perecível

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.