Área da Chapada dos Veadeiros teve mil hectares desmatados ilegalmente

Operação deflagrada pelo Governo de Goiás utilizou imagens de satélites, observando a atuação ilegal em Cavalcante, território kalunga

O Governo Estadual, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) deflagrou nesta quinta-feira, 4, operação contra desmatamento ilegal registrado no território kalunga, situado em Cavalcante, parte da Chapada dos Veadeiros.

Segundo aponta o governo, a ação criminosa chegou ao conhecimento da Semad na terça-feira, 2, que apurou a denuncia por meio de levantamento de imagens de satélite. Sendo constado o desmatamento de quase mil hectares, a pasta deflagrou a operação. .

O desmatamento foi identificado em propriedades que ainda não foram desapropriadas, mas que estão dentro do território quilombola, e parte na Área de Proteção Ambiental (APA) de Pouso Alto, sob gestão estadual.

“O território kalunga está sob gestão do governo federal, porém toda a área de meio ambiente e supressão de vegetação e autorizações estadual. Então, faremos nosso papel atuando de forma efetiva”, destaca a secretária Semad, Andréa Vulcanis,

As equipes de fiscalização estão em campo a coletar dados para a produção dos autos de infração. A princípio, já foi verificada destruição de vegetação em cerca de mil hectares, metade deles recentes, ocorrida no mês de maio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.