Aprovado na Alego projeto que zera ICMS de energia elétrica para famílias vulneráveis

Matéria recebeu 23 votos favoráveis e cinco votos contrários em Plenário desta terça, 2

Veja o valor do ICMS pago pelo consumidor

Em votação na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) nesta terça-feira, 2, o projeto de lei nº 2479/20, que propõe zerar ICMS de energia elétrica de famílias com pouco consumo, foi aprovado. De autoria da governadoria, a matéria recebeu 23 votos favoráveis contra 5 votos desfavoráveis dos parlamentares.

A medida proposta pelo governador Ronaldo Caiado (DEM) tem o intuito de reduzir os custos sobre famílias vulneráveis da energia elétrica durante o período de pandemia da Covid-19.

Com a aprovação, as unidades federadas mencionadas, durante o período da emergência de saúde pública decorrente da pandemia do novo coronavírus, ficam autorizados a conceder isenção de ICMS relativo à parcela da subvenção da tarifa de energia elétrica.

Na ocasião em que o ofício foi enviado por Caiado à Alego, o chefe do executivo afirmou: “Não tem sentido, numa crise como essa, o cidadão de baixa renda pagar ICMS na sua conta de luz”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.