Após reforma, Parque Estadual Serra de Caldas é reaberto para visitação

Obra contou com reformas nos alojamentos, portaria, museu, auditório, além de pintura e troca de telhado

Foto: Divulgação

Após passar 50 dias em reforma, o Parque Estadual da Serra de Caldas Novas foi reaberto para visitação do público nesta segunda-feira (3/9). A unidade de conservação é um dos 12 parques estaduais administrados pela Secretaria do Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos (Secima).

A obra contou com reformas nos alojamentos, portaria, museu, auditório, além de pintura e troca de telhado. e foi bancada com recursos provenientes do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado entre o Ministério Público do Estado (MPE) de Luziânia e a usina hidrelétrica de Corumbá 3, que prevê o investimento total de R$ 3 milhões em seis parques estaduais goianos.

O parque está localizado nos municípios de Caldas Novas e Rio Quente, no sul goiano e possui 12.315 hectares de área e recebe cerca de 400 visitantes diariamente, de quinta-feira a domingo.

Trilhas e cachoeiras

Além de espécies nativas do Cerrado preservadas, no parque é possível visitar um museu de animais empalhados. Os turistas podem ainda curtir as trilhas do local, onde estão as cachoeiras Cascatinha e Paredão.

A Serra de Caldas, uma formação rochosa no formato de elipse, é, segundo geólogos, a cratera de vulcão extinto que deu origem às águas quentes da região há cerca de 600 milhões de anos. Do alto, a 1.043 metros de altitude, é possível avistar as cidades de Caldas Novas e Rio Quente.

Deixe um comentário