Conforme nova portaria, instituições poderão adiar retomada em casos especiais como determinação por parte de autoridades ou se condições sanitárias locais trouxerem riscos à segurança das atividades letivas presenciais

Conforme portaria publicada em edição extra do Diário Oficial da União nesta segunda-feira, 7, as instituições de ensino superior públicas de todo o país deverão retomar as aulas presenciais no dia 1º de março de 2021. O novo texto altera a data informada na última semana pelo Ministério da Educação (MEC). A publicação anterior, que não foi revogada, determinava a retomada das aulas em janeiro.

As universidades poderão adiar a retomada em casos especiais como determinação por parte de autoridades ou se as condições sanitárias locais trouxerem riscos à segurança das atividades letivas presenciais.

De acordo com o texto, nos demais casos o ensino remoto poderá ser usado de forma complementar. “Os recursos educacionais digitais, tecnologias de informação e comunicação ou outros meios convencionais poderão ser utilizados em caráter excepcional, para integralização da carga horária das atividades pedagógicas, no cumprimento das medidas para enfrentamento da pandemia de Covid-19 estabelecidas em protocolos de biossegurança” estabelece o documento.

Pelas redes sociais, o ministro da Educação Milton Ribeiro se pronunciou e disse que “reafirma sua disposição favorável à retomada das aulas presenciais, observadas as devidas condições sanitárias e medidas de segurança”.