Após receber ameaças, mulher mata marido atropelado e grava vídeo para justificar o crime

Testemunhas relatam que após atingir marido, ele ainda tentou se levantar, mas a mulher o atropelou novamente

Cláudia Aparecida Fernandes Nascimento, de 47 anos, atropelou o marido e depois confessou crime nas redes sociais / Foto: Reprodução/Internet

Uma mulher matou o marido atropelado na noite do último sábado, 28, em Ituverava (SP). Momentos depois de atropelar o companheiro, ela gravou um vídeo justificando o ocorrido: “Matei porque ele falou que eu ia morrer”. As declarações são de Cláudia Aparecida Fernandes Nascimento, de 47 anos. O vídeo foi divulgado nas redes sociais.

De acordo com o relato de testemunhas, após atingir o marido com o carro, ele ainda tentou se levantar, mas Cláudia o atropelou novamente, o que resultou em sua morte. O homem era Adriano Joaquim Sampaio, de 45 anos.

No vídeo registrado pela mulher momentos depois do atropelamento, ela relata que havia uma medida protetiva contra Adriano, no entanto, ainda assim, ele a ameaçava de morte.

Cláudia Aparecida se recusou a fazer o teste do bafômetro, porém a perícia pôde confirmar mais tarde a ingestão de bebida alcoólica. Ela responderá por homicídio qualificado doloso e embriaguez ao volante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.