Após quedas de energia, vereadores prorrogam CEI da Enel por mais 120 dias

Neste fim de semana, moradores chegaram a ficar cerca de 72 horas sem energia elétrica em suas residências

Após quedas de energia, vereadores prorrogam CEI da Enel por mais 120 dias | Foto: Reprodução

Em último requerimento apresentado antes do encerramento da sessão plenária desta terça-feira, 5, o vereador Mauro Rubem (PT), que preside a Comissão Especial de Inquérito (CEI) da Enel, CEI é prorrogada por mais 120 dias. Em oitiva que ocorre na tarde de hoje, comissão deve convocar integrantes da Enel para prestar conta de serviços.

“Como já fizemos uma etapa de estudo de toda essa prestação de serviços da Enel, vamos entrar com a prorrogação para falar de soluções dos problemas que afetam a população e fazer com que a Enel melhore o serviço prestado”, explicou Mauro Rubem. As quedas de energia e a atuação da Enel também foram abordadas pelos parlamentares durante a sessão plenária de hoje.

A vereadora Gabriela Rodart (DC), por exemplo, ressaltou a importância do trabalho preventivo de podas das árvores – ponto que Mauro Rubem destacou ao Jornal Opção que será ressaltado durante a oitiva da CEI da Enel que ocorrerá hoje, às duas horas da tarde – que podem ser responsáveis por interrupções no sistema de energia elétrica.

“Neste final de semana tivemos uma crise no sistema elétrico devido a tempestades, fortes chuvas e ventania e precisa ser feito um trabalho preventivo de poda dessas árvores e a retirada das árvores que já estão podres para que elas não caiam na rede elétrica”, diz.

Já Willian Veloso (PL) afirmou que nos últimos cinco dias, dezenas de moradores de diversos bairros solicitaram ajuda pela questão das quedas de energia que afetaram a capital. “As quedas de energia e os problemas com postes e transformadores deixaram milhares de famílias sem energia elétrica. Vários bairros estão solicitando ajuda e vamos nos reunir para ver qual medida a ser tomada junto com nossos pares, para que se reverta essa situação o mais rápido possível”, disse.

Neste fim de semana, o Jornal Opção ainda chegou a mostrar a possibilidade de, pessoas que permaneceram por muito tempo sem energia e sofreram danos com a interrupção podem pedir indenização à Enel. O processo, segundo advogados, é simples e com pouca burocracia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.