Após punição da AGR, Procon estuda aplicar multa milionária à Enel

Especula-se que valor da multa a ser aplicada gire em torno de R$ 5 milhões

Foto: Reprodução

O vice-presidente da Comissão de Defesa dos Direitos do Consumidor na Assembleia Legislativa do Estado de Goiás, deputado Delegado Eduardo Prado (PV), apresentou requerimento solicitando que a Enel seja multada devido à má prestação de serviços em relação ao fornecimento de energia elétrica no Estado.

“Não foi uma nem duas reclamações que recebi no meu gabinete sobre os transtornos causados pelas quedas frequentes de energia nos estabelecimentos comerciais. São milhares de supermercadistas, lojistas e produtores que perderam produtos e insumos, tiveram equipamentos queimados, além de falhas nos sistemas”, diz Prado.

O deputado também protocolou representação na Defensoria Pública do Estado de Goiás (DPE-GO) para que seja realizado um estudo de uma possível ação civil pública contra a Enel devido os constantes erros de contagem dos medidores/relógios, com aumentos exorbitantes nas contas de energia.

Especula-se que a aplicação da multa seja anunciada em breve pela Superintendência de Proteção aos Direitos do Consumidor de Goiás (Procon-GO), e que o valor alcance cifras milionárias.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.