Após propagação de cálculos errôneos, diretor do Butantan explicará dados da CoronaVac na Câmara

Imunizante produzido pelo Instituto Butantan, em São Paulo, em parceria com laboratório chinês Sinovac, apresentou eficácia geral de 50,38%

Nos últimos dias informações errôneas sobre os resultados da eficácia da vacina CoronaVac têm sido propagadas na internet. O imunizante produzido pelo Instituto Butantan, em São Paulo, em parceria com o laboratório chinês Sinovac, apresentou eficácia geral de 50,38%.

Para explicar os dados sobre a eficácia da vacina, a Comissão Externa da Câmara, que acompanha ações de enfrentamento à Covid-19, vai chamar o governador de São Paulo, João Doria, o secretário de Saúde do estado e o diretor do Butantan, Dimas Covas.

Conforme o presidente da comissão, deputado Doutor Luizinho (PP-RJ), o convite para a audiência com o governo paulista deve ocorrer logo na volta do recesso da Casa. O parlamentar quer entender, por exemplo, o porquê de taxas de eficácia diferentes serem anunciadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.