Após presidente da CBF ser afastado, atletas da seleção brasileira decidem disputar Copa América

Comunicado oficial deve ser publicado nesta terça-feira; jogadores ainda pretendem divulgar manifesto contra a forma que o evento foi organizado

Jogadores da seleção brasileira e seu técnico, Tite | Foto: Reprodução

Após afastamento do presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rogério Caboclo, jogadores da seleção brasileira decidem disputar a Copa América, que está agendada para iniciar no próximo domingo, 12, em Brasília. No entanto, a decisão dos atletas deverá ser comunicada oficialmente nesta terça-feira, 8, depois da partida contra o Paraguai pelas Eliminatórias.

A equipe ainda pretende divulgar um manifesto com críticas à forma que o evento foi organizado. Disso, porque após países como a Colômbia e a Argentina desistirem de sediar o torneio pela crise sanitária que os atinge de forma significativa, o Brasil se ofereceu à Conmebol para a realização do evento. Assim, a sede Copa América em solo brasileiro foi anunciada, na última semana pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), mesmo com a ameaça de uma terceira onda da pandemia no país.

O boicote à competição chegou a ser discutido pelos líderes da seleção brasileira, mas não houve consenso. O presidente da CBF afastado pela Comissão de Ética, após acusação de assédio sexual e moral contra funcionária, era uma das grandes insatisfações dos jogadores. Com a extinção da Copa das Confederações, a competição sul-americana terá grande peso quanto a elevação de nível do time Copa do Qatar, em dezembro de 2022.

Com o posicionamento favorável dos atletas, a CBF agora tem como objetivo a manutenção de Tite. Além de ter tido a demissão cogitada pelo presidente afastado, o técnico da seleção brasileira chegou a cogitar entregar o cargo nos últimos dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.