Após polêmicas, ministra Damares Alves pode deixar governo Bolsonaro

Titular do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos alega estar cansada, com problemas de saúde e ameaçada de morte

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves | Foto Divulgação

À frente do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, coleciona declarações polêmicas e ameaças de morte. Desde que assumiu o comando da pasta, há quatro meses, a ministra tem enfrentado uma rotina estressante que inclui mudança de endereço e segurança redobrada.  

Esses fatores levaram Damares a se reunir com o presidente jair Bolsonaro para discutir seu futuro. Após balanço, a ministra teria pedido para deixar o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. Ela teria alegado que está cansada e precisa cuidar da saúde, que anda debilitada.

Por recomendação do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI), Damares não costuma antecipar sua agenda, além de circular sempre escoltada e manter um segurança na entrada de sua sala durante todo o expediente. (Com informações da Revista Veja)

Uma resposta para “Após polêmicas, ministra Damares Alves pode deixar governo Bolsonaro”

  1. Avatar Martha Aulete disse:

    o PT é Kitsch.
 Acabou aquela baranguice enorme de “PÁTRIA EDUCADORA”. [Êta frase, slogan, bregona.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.