Objetivo comum entre ambos seria apresentar uma candidatura alternativa, voltada especialmente para o eleitor que não quer votar em Jair Bolsonaro nem na possível aliança esquerdista encabeçada por Lula e Ciro

Sergio Moro, ministro da Justiça e Segurança Pública | Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

Após o ex-presidente Lula (PT) e Ciro Gomes (PDT) estreitarem os laços em um encontro em São Paulo, recentemente, foi a vez de Luciano Huck e o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública do governo Bolsonaro, Sergio Moro, abrirem diálogo.

Ambos teriam se encontrado no final de outubro para discutir, segundo o jornal Folha de S. Paulo, a formação de uma possível aliança com foco nas eleições de 2022.

A conversa teria acontecido em Curitiba na própria residência do ex-ministro. A reportagem destacou que apesar da longa conversa, não foi decidido quem seria o cabeça da chapa que seria lançada como uma espécie de “terceira via” para o eleitor.

O objetivo comum entre ambos seria apresentar uma candidatura alternativa, voltada especialmente para o eleitor que não quer votar em Jair Bolsonaro nem na possível aliança esquerdista encabeçada por Lula e Ciro.