Após intensa articulação, Governo consegue votos suficientes para aprovar PEC da Previdência

Deputados como Coronel Adailton (PP) e Vinícius Cirqueira (Pros) que tinham resistência à proposta teriam sido convencidos por Caiado a votar a favor da PEC

A semana foi de intensa articulação do Palácio das Esmeraldas na tentativa de convencer deputados — principalmente os da base — que se manifestaram contrários à reforma da previdência estadual.

Mas, ao que tudo indica, na noite desta terça-feira, 17, o governador Ronaldo Caiado (DEM) parece ter conseguido número suficiente de votos para aprovar a PEC. O fiel da balança para aprovação da reforma são os deputados Coronel Adailton (PP) e Vinícius Cirqueira (Pros).

Os parlamentares já haviam demonstrado resistência em aprovar a proposta, mas teriam sido convencidos pelo governador da necessidade da reforma nos moldes apresentados.

Com a volta dos deputados Iso Moreira (DEM) e Julio Pina (PRTB), ambos da base, a PEC já soma 27 votos favoráveis.

Bancada da Segurança

O convencimento não tem sido fácil com os deputados que compõem a bancada da segurança. Os delegados Eduardo Prado (PV), Humberto Teófilo (PSL) e Adriana Accorsi (PT) e Major Araújo (PSL) seguem irredutíveis.

Em constante diálogo com o Palácio, Prado tentou negociar uma emenda que abre brecha para discutir a previdência das demais forças da segurança pública no futuro. A sugestão não foi bem aceita pelo presidente do GoiásPrev, Gilvan Cândido.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.