Após implantação do embarque prioritário, transporte coletivo tem redução de 53% de passageiros

Na faixa de maior fluxo, a das 6 horas, número de embarques caiu de 26.939 mil para 12.657, no comparativo de terça-feira da semana passada, dia 16

No primeiro dia de implantação da medida sanitária de restrição no transporte coletivo, que prevê o embarque prioritário nos horários de pico apenas aos trabalhadores de serviços essenciais, houve uma diminuição de 40,6% no fluxo de passageiros na Região Metropolitana de Goiânia durante os 90 minutos de bloqueio na manhã desta terça-feira, 23, em comparação ao mesmo dia da semana passada.

Na faixa de maior fluxo, a das 6 horas, a redução atingiu 53%, comparando as 12.657 pessoas que embarcaram hoje, 23, com as 26.939 mil que utilizaram o serviço no mesmo horário da última terça-feira, 16.

A restrição do embarque nos horários de pico da manhã e da tarde foi definida pelo governador Ronaldo Caiado (DEM) com apoio dos prefeitos dos municípios da Região Metropolitana, Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC), empresas e Ministério Público, em uma articulação feita pela Secretaria-Geral da Governadoria (SGG).

O bloqueio eletrônico dos cartões de embarque, liberando apenas os trabalhadores de atividades essenciais cadastrados, ocorre das 5h45 às 7h15 e das 16h45 às 18h15. A medida vale até a próxima terça-feira, 30 , quando se encerra o período de restrição das atividades econômicas estipulado no decreto estadual.

Para o secretário-geral da Governadoria, Adriano da Rocha Lima, a ação não impede as pessoas de andarem de ônibus, mas busca acabar com a concentração de passageiros em determinados horários, redistribuindo o fluxo.

Em Goiânia, de acordo com dados do Consórcio RedeMob, a redução da demanda no intervalo de 90 minutos referente ao pico da manhã foi de 39,5%. Em Aparecida de Goiânia, 38,8%. Até por volta das 8h30, haviam sido feitos 70.356 cadastros, sendo 2 mil apenas hoje. Desse total, 41.364 usuários anexaram os documentos solicitados e 28.992 apresentaram justificativa.

O cadastro de trabalhadores de serviços essenciais ou de pessoas em atividades essenciais (como situações de urgência e emergência) pode ser feito a qualquer momento pelo site www.rmtcgoiania.com.br/embarqueprioritario. Nos casos de problemas, o usuário deve entrar em contato com o 0800 648 2222, número da RMTC disponível para esclarecer dúvidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.