Após final de semana de provocação, Bolsonaro pede ‘paz e harmonia’ em atos

Depois de usar frases hostis e ofender ministros do STF, presidente mudou o tom ao convocar manifestações para próxima terça-feira (7) no Twitter

Presidente da República, Jair Bolsonaro | Foto: REUTERS

Bolsonaro voltou a convocar atos de manifestações para o próximo dia 7 de setembro nesta segunda-feira (6). Mas, em tom diferente, o presidente pediu reunião de seus apoiadores em “paz e harmonia”, conforme dita a Constituição.

No Twitter, o presidente voltou a dizer que é necessário lutar por liberdade. No entanto, pediu para que os apoiadores participassem dos atos “em paz e harmonia”.

“Na próxima terça-feira, 07/setembro, comemoraremos o nosso 199° aniversário da independência do Brasil. Independência está associada à LIBERDADE. Assim sendo, o mesmo se aplica a todos os integrantes do Poder Executivo Federal que não estejam de serviço. Que a liberdade individual seja a máxima nesse marcante evento de nossa soberania. Também no escopo dos incisos XV e XVI, do art. 5° da nossa CF, a população brasileira tem o direito, caso queira, de ir às ruas e participar dessa nossa data magna EM PAZ E HARMONIA”, escreveu o presidente em uma rede social.

As manifestações estão marcadas para próxima terça-feira (7). O presidente convocou os atos para provocar os ministros do Supremo Tribunal Federal, os quais Bolsonaro acusa de agirem em desarmonia e cercear a liberdade.

Veja o post do presidente:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.