Após fazer reforma no Alvorada, Temer volta a morar no Palácio do Jaburu

Presidente alegou que não se adaptou ao palácio presidencial, que é maior que o do Jaburu; encontros com parlamentares continuarão ocorrendo no Alvorada

O presidente Michel Temer (PMDB) passou uma semana morando no Palácio da Alvorada e decidiu retornar para o Palácio do Jaburu, onde morava desde 2011. Após assumir a Presidência da República, com o fim do processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), o peemedebista ordenou uma reforma no local para se mudar com a família.

As reformas foram feitas, principalmente, em função de adaptações para o filho de Temer, de 7 anos. O presidente mudou-se para a residência oficial da Presidência em 18 de janeiro e nesta terça-feira (28/2), ao retornar da viagem para a Base Naval de Aratu (BA), onde passou o carnaval, voltou para o Jaburu.

Segundo assessores presidenciais, Temer não se adaptou ao palácio, de grandes proporções. Além disso, ele alegou que prefere o Jaburu, por ser um “local mais aconchegante e com estilo mais parecido com o de uma residência”.

Mesmo com a mudança, o presidente deve manter no Alvorada eventos diplomáticos e encontros com parlamentares. Desde a saída de Dilma, ele promoveu no local reuniões com líderes partidários da Câmara dos Deputados e do Senado para discutir a aprovação de medidas enviadas pelo governo ao Congresso. (Com Agência Brasil)

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.