Após expulsão de embaixador do Brasil na Venezuela, país não deve repor representante

Com a saída de Ruy Pereira, quem assume seu posto é um membro do corpo diplomático que está no país, o encarregado de negócios

O Ministério das Relações Exteriores do Brasil informou, neste domingo (24/12), que não tem nenhuma previsão de enviar outro embaixador brasileiro à Venezuela.

A Venezuela ordenou neste sábado (23/12) a expulsão do embaixador do Brasil, Ruy Carlos Pereira, ao declarar que ele é “persona non grata” no país.

De acordo com o jornal Estadão, a decisão foi anunciada por Delcy Rodríguez, presidente da Assembleia Nacional Constituinte venezuelana.

Com a saída de Ruy Pereira, que está no Brasil passando as festas de fim de ano, quem assume seu posto é um membro do corpo diplomático que está no país, o encarregado de negócios.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.