Após estadualização, Hospital de Luziânia inicia atendimentos

Equipado para receber, em um primeiro momento, casos de Covid-19, unidade será referência de atendimento no Entorno de Brasília

O Hospital Regional de Luziânia abriu as portas nesta quinta-feira, 21, após processo de estruturação para receber vítimas de Covid-19. A unidade passou a ser administrada pelo Estado de Goiás após aprovação de projeto na Assembleia Legislativa e seguirá como referência na região mesmo depois da pandemia.

Com 40 leitos, sendo 10 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), o hospital atenderá os moradores da região do Entorno do Distrito Federal (DF). Após a estadualização, a unidade recebeu mais de R$ 8 milhões em emendas parlamentares destinadas por deputados goianos.

O local é equipado com tomógrafo, Raio-X, desfibriladores e monitores multiparamétricos. O hospital recebeu 10 ventiladores pulmonares recuperados pela Universidade Federal de Goiás (UFG), Instituto Federal de Goiás (IFG) e pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Os equipamentos serão utilizados em leitos críticos para assistência de pacientes graves.

Em vistoria feita à unidade no dia 14 de maio, o governador Ronaldo Caiado acentuou que o Hospital Regional de Luziânia dará suporte a cerca de 1 milhão de pessoas que vivem no Entorno do DF. “É uma região extremamente preocupante e estamos unindo esforços para combater a disseminação do vírus nestes municípios”, destacou o governador, que defende desde o início do ano a expansão da Saúde para o interior do Estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.